Mapeando as Ondas de Ahab – Caça à Baleia e Geografia de Moby-Dick

Exposição Abriu a 8 de Janeiro de 2016

Sala Herman Melville

Em toda a obra Moby-Dick, Melville dá pistas sobre como Ahab conseguiu realmente localizar uma baleia em todos os mares do planeta. Essas pistas tinham a sua base na prática real da caça às baleias. Incluem a navegação prática, o desenvolvimento e o uso da cartografia, o estudo do conhecimento acumulado pelos baleeiros, tal como compilado em diários de bordo e diários de tripulantes, listas de baleias vistas e caçadas, instruções do dono do navio aos mestres e outras formas de conhecimento compartilhado entre baleeiros. A ficção da busca de Ahab em Moby-Dick refletiu uma realidade que, na verdade, culminou na obra Wind and Current Charts, de Matthew Fontaine Maury. Estes mapas foram os primeiros mapas publicamente definidos, mostrando os habitats das baleias em todo o mundo e foram totalmente compilados de informações retiradas de diários de bordo e outros diários. O Museu tem vários dos diários de bordo lidos por Maury, na sua coleção. Esta exposição examina as ferramentas, técnicas e recursos mencionados por Melville e demonstra a sua aplicação prática para verdadeiros baleeiros do Século XIX.