Baleeiros Açoreanos: Uma Retrospectiva Fotográfica

Gemina Garland-Lewis and O. Luis Mazzatenta

 

Exposição Abrindo: Quarta-feira, 6 de Setembro, 6 pm

Grátis e aberto ao público

 

Há três décadas, os últimos baleeiros Açoreanos partiram das costas da ilha em barcos de 40 pés para caçar baleias. Hoje, o baleeiro açoriano vive como um símbolo da herança Luso-Americana. Os fotógrafos Gemina Garland-Lewis e O. Louis Mazzatenta oferecem uma imagem de “então e agora” da caça Açoriana à baleia e os homens que faziam parte deste mundo único, em Baleeiros Açorianos: uma retrospectiva fotográfica.

Baleeiros Açoreanos apresenta as fotos de Mazzatenta obtidas enquanto ao serviço da revista National Geographic em 1976, quando a caça à baleia ainda estava ocorrendo ativamente nos Açores, justaposto com fotografias tiradas por Lewis em 2012, 26 anos após a última baleia ter sido lá abatida. As imagens de Lewis foram o resultado de uma dádiva do National Geographic Young Explorer, que visava documentar as histórias e as imagens dos últimos baleeiros Açorianos vivos.

Embora as fotografias de Lewis e Mazzatenta Embora a caça à baleia tenha terminado nos Açores, a sua herança continua no desenho único do barco baleeiro Açoriano. A exposição coincide com a 9º Regata internacional de Barcos Baleeiros Açorianos, organizada pela Azorean Maritime Heritage Society (AMHS) em New Bedford, de 8 a 10 de Setembro. O Museu da Baleia e a AMHS têm sido parceiros inabaláveis ​​desde a fundação da Sociedade em 1997 e trabalharam juntos para promover a história e cultura marítima Portuguesas na comunidade.