Cuidados e Manipulação de Objetos

Doze ilustrações de cuidados a ter para prevenir danos nos trabalhos de arte
Robert Hauser,  Conservador

A palavra “cuidado” aqui denota “atenção a detalhes” e a palavra “manipulação” é definida como a “gestão hábil ou artística das coisas físicas”. O cuidado e a manipulação de obras de arte requerem conhecimento sobre a condição e materiais de que os objetos são feitos. É necessário planear com antecedência todos os aspectos do processo (por exemplo, ambiente, seguro, embalagem, fotografia, segurança, armazenamento, suprimentos, etc.).

Este artigo partilha com os nossos leitores alguns dos erros comuns cometidos ao manusear objetos de arte. As doze descrições e ilustrações a seguir descrevem as práticas de manuseio e cuidados inseguros contrastando com métodos alternativos para o cuidado e manuseio seguro de objetos.

(Download versão PDF)

 


Image of fingerprint1. As mãos sujas têm óleos naturais e sujidade que podem manchar e corroer os materiais. “Lave as mãos e limite o manuseio e/ou use luvas que proporcionem um manuseio seguro.

 

Illustration of man holding umbrella


2. A exposição prolongada a temperaturas e humidade excessivas pode promover bolor, danos físicos e químicos. “Evite armazenar e exibir objetos em sótãos quentes e caves húmidas e casas de banho.”

Illustration of the sun


3. A exposição contínua de objetos sensíveis, à luz do dia e à luz artificial pode debotar as cores e secar materiais orgânicos. “Reduzir todos os tipos e níveis de exposição à luz usando produtos que podem causar sombras, difundir e filtrar as fontes ultravioleta, visível e infravermelho. Num dia de sol tenha cuidado com raios de luz nos objetos, que ao longo do tempo podem causar danos”.

 

Illustration of bug


4. Infestações de pragas e insetos podem decompor e manchar materiais. “Materiais armazenados fora da vista e da mente não devem ser assumidos seguros. A inspeção periódica dos materiais armazenados é a melhor prevenção contra infestações. Trabalhe com profissionais de controle de pragas e insetos que tenham experiência em erradicar com segurança infestações”.   

 

Illustration of a cat


5. Fique ciente que o seu animal de estimação de quatro patas, se lhe for proporcionado um momento oportuno. vai querer mastigar, arranhar ou saltar sobre um tesouro valioso. “Fique vigilante e mantenha os seus tesouros longe das garras danificadoras, dentes e caudas a sacudir. Exiba ou armazene objetos a uma distância segura, onde não possam ser alcançados.”

 

Photo of spray bottle


6. Limpeza de rotina pode por muitos objetos “no mau caminho” em relação à sua prevenção, sendo que a atenção aos detalhes pode impedir que isto aconteça. “Ao usar um aspirador tenha cuidado para não colidir com e mobiliário ou fazer moças ou arrastar e rasgar um tapete caro. Tenha cuidado com as soluções de limpeza engarrafadas de spray que podem conter substâncias químicas que podem reagir com e danificar objetos. Compreenda as limitações e uso dos produtos de limpeza e que nenhum produto é destinado a limpar todas as coisas.”

 

Photograph of man's elbow bumping vase


7. Evite colocar um objeto “apenas por agora” num local temporário sem considerar os riscos potenciais. “As consequências de uma decisão tomada enquanto está distraído pode resultar na danificação do objeto. É comum, nessas circunstâncias, esquecer a localização de um objeto e facilmente dar-lhe um encontrão.”

 

   

Photgraph of man's shirt pocket with pencils and tools


8. Ao inclinar-se sobre um objeto esteja ciente do que tem no bolso da camisa ou do casaco e como o seu conteúdo pode representar perigo para o objeto que está a examinar. “Um lápis com ponta num bolso ou atrás de uma orelha, ou óculos solto,s podem cair e perfurar ou manchar uma cópia, pintura, fotografia, etc. “  

 

Photo of person removing book from shelf


9. Retirar um livro de uma prateleira, geralmente, é feito de uma maneira incorreta, colocando um dedo na parte superior da lombada e puxando ou arrastando o livro para fora da prateleira, fazendo com que a parte superior da lombada se rasgue ou fique separada do corpo de folhas. “Um método mais seguro envolve a colocação do seu polegar e dedo em torno do meio da lombada, levantando o livro e trazendo-o para fora da prateleira, enquanto suporta a base do livro com a outra mão. Em alguns casos, é necessário empurrar ligeiramente para trás com os dedos os dois livros contíguos, a fim de obter acesso ao meio da lombada do livro a ser retirado “.

  

Illustration of picture hook


10. Ao pendurar uma imagem ou moldura, muitos fatores devem ser considerados para evitar que a mesma caia da parede. “Entenda a condição  e o peso da imagem e o tipo de parede envolvida para determinar o objeto apropriado e o método de fixação a ser usado na parte de trás da imagem e na parede”.

 

Illustration of man carrying a model of sailboat


11. Um dos momentos mais perigosos na vida de uma obra de arte é quando a mesma está é mudada ou transportada. “Ao mudar ou transportar um objeto, todas as contingências devem ser planeadas. A condição do objeto precisa ser considerada antes da manipulação. O objeto deve ser primeiro embrulhado e colocado num suporte antes de se mudado? O uso de duas mãos é geralmente melhor. São necessárias outras pessoas? Se mais pessoas estiverem envolvidas, certifique-se de que há acordo sobre quem faz o quê, quando e como. Todos compreendem o propósito da mudança e o destino final foi preparado para receber com segurança o objeto? “.

 

Mona Lisa Image with marker mustache


12. Quando o cuidado no manuseio e exibição de objetos são seguidos, há menos probabilidades de acidentes. Da mesma forma, manipular descuidadamente e “mostrar” os seus objetos inestimáveis ​​a amigos, colegas e estranhos pode colocar os seus objetos em risco. “Durante esses momentos, uma aliança de casamento pode quebrar um vaso de porcelana, um copo de vinho tinto pode ser derramado numa cópia, um dedo apontando pode perfurar uma tela quebradiça, um visitante não convidado pode ser até causar o prejuízo e adicionar graffiti a uma valiosa pintura”.

 

Sumário

Estes doze exemplos de cuidados e manipulação são apenas alguns entre as, potencialmente, centenas que poderiam ser considerados. O objetivo deste artigo foi descrever práticas de cuidado e manuseio inseguras e seguras e não o tratamento real de obras de arte. Para saber mais sobre as abordagens de preservação e tratamento, consulte os recursos selecionados.

Os termos de cuidado e manuseio são de The American Heritage Dictionary, 1970.

O termo “qualidade arquivística” infere que os materiais mais apropriados e melhores práticas de cuidados serão utilizados na promoção da preservação de um objeto. Para mais definições, consulte: A Sociedade de Arquivistas Americanos “Glossário de Terminologia Arquivística.” www.archivists.org

(Agradecimentos especiais às seguintes pessoas pelasua ajuda com este artigo: Herb Andrews, Jordan Berson, Rudolf Riefstahl, Anne Booth.)

 

Last modified: April 23, 2017